Vídeoaulas reforçam o aprendizado de Matemática na rede

educacao
7 de agosto de 2017

A Secretaria de Educação, Cultura e Esporte (Seduce) está desenvolvendo um novo projeto para estimular o aprendizado neste segundo semestre de 2017. O Estudo de Matemática Compartilhado (EMC) foi lançado na segunda-feira, 7/8, e vai distribuir para as escolas, ao longo de 10 semanas, uma série de listas de atividades e vídeoaulas. A meta é reforçar os conhecimentos em Matemática, permitindo com que os estudantes alcancem melhor desempenho.

O programa foi elaborado pelas superintendências Executiva de Educação e de Gestão Pedagógica. O público-alvo são alunos do 5º e 9º anos do Ensino Fundamental, além daqueles matriculados na 3ª série do Ensino Médio. Em outubro, todos eles vão participar da Prova Brasil, que serve como indicadora para o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). Além disso, os concluintes do Ensino Médio também terão pela frente o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), cujo bom resultado pode garantir uma vaga no ensino superior.

De acordo com o superintendente Executivo de Educação, Marcos das Neves, o EMC foi criado para trabalhar o principal déficit da rede, que é a Matemática. “Identificamos que muitos alunos possuem dificuldade nessa disciplina, por esse motivo nós desenvolvemos o projeto. Essa iniciativa vai aumentar a chance de nossos alunos pontuarem mais em Matemática, melhorando o seu rendimento geral”, comentou.

Superintendente de Gestão Pedagógica, Marcelo Jerônimo explicou que o EMC foi elaborado com base nos chamados descritores estratégicos. “São aqueles que sempre caem nas avaliações. A ideia é que nossos alunos tenham uma rotina de estudos direcionada”, resumiu.

Conforme destacou Marcelo, o amplo conhecimento do aluno faz toda a diferença. “Avaliações externas são construídas e corrigidas com base na teoria de resposta ao item (TRI). Assim, é importante que o aluno tenha uma boa estratégia para responder à prova. O EMC favorece esses estudantes, oferecendo orientações e rotinas de estudo, tudo isso visando o melhor desempenho em avaliações dessa natureza”, comentou.

 Entenda o EMC

A partir desta semana, toda quinta-feira a Seduce vai enviar às escolas uma lista de atividades dividida em três níveis de dificuldade: iniciante, intermediário e avançado. A partir daí o professor pode trabalhar com o conteúdo em sala de aula ou até mesmo utilizá-lo como tarefa de casa. Já os vídeosaulas, com a resolução das atividades, serão compartilhados com toda a rede por meio dos canais de comunicação da Seduce (serão publicados no Canal do YouTube da Seduce Goiás  em compartilhados no site e redes sociais).

Serão disponibilizadas listas ao longo de 10 semanas, preenchendo o calendário escolar até o dia 11 de outubro. O EMC vai reforçar os estudos dos alunos para as seguintes avaliações: Sistema de Avaliação Educacional do Estado de Goiás (Saego), no dia 18 de outubro; Prova Brasil, entre 23 de outubro e 3 de novembro; e Enem, nos dias 5 e 12 de novembro.

Todos os vídeos estão no canal da Seduce no Youtube. Para acessar a lista de vídeos sobre o EMC basta clicar aqui.

 

Goiânia, 4 de agosto de 2017.( Atualizada em 7 de agosto)

Comunicação Setorial da Seduce