Reunião técnica instrui OSs sobre edital de chamamento

Educação
10 de agosto de 2017

A Secretaria de Educação, Cultura e Esporte (Seduce) realizou nesta quinta-feira, 10/8, uma reunião técnica com representantes de Organizações Sociais (OSs) já qualificadas para atuarem na Educação. Em pauta, esclarecimentos sobre o edital de chamamento para gestão compartilhada de 11 escolas da Macrorregião Águas Lindas/Planaltina, que está em andamento. O encontro ocorreu no Auditório Tadeu Baptista, no Centro Cultural Oscar Niemeyer.

 

Superintendente Executivo de Educação, Marcos das Neves iniciou a reunião falando sobre o perfil das escolas localizadas no Entorno do Distrito Federal, que possuem o maior número de alunos matriculados por unidade. Lembrou que, em breve, serão inauguradas diversas escolas e que um dos focos da Seduce é melhorar o índice de proficiência da região. “Nossa expectativa com esse chamamento é muito grande e positiva”, comentou.

 

Chefe do Núcleo de Monitoramento da Gestão Compartilhada, Ademar Rodrigues fez uma apresentação sobre o inovador projeto de compartilhar a gestão de escolas com OSs, elaborado pelo Governo de Goiás por meio da Seduce. Mostrou aos representantes das OSs qualificadas o perfil da rede estadual de Goiás, que está no topo do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), além dos critérios necessários para participação dos chamamentos.

 

“A gente espera que as entidades apresentem propostas técnicas condizentes com a realidade de cada escola. Não podem ser propostas genéricas, elas precisam de coerência e devem estar relacionadas diretamente aos indicadores e metas estipuladas pela Seduce”, disse ao explicar que, além da qualidade das propostas, a comissão de seleção leva em conta o currículo dos integrantes da OS, que devem comprovar experiência na área da Educação.

 

Ademar também falou sobre como será a relação entre Seduce, organização social e escolas. Fez questão de frisar que a Secretaria continua responsável pela política pedagógica e formação de professores. Além disso, o ensino permanece público e gratuito. “A Seduce estará presente durante a execução do contrato. Haverá acompanhamento mensal, monitoramento bimestral e avaliação semestral, com prestação de contas. O não cumprimento das metas pode levar até ao rompimento do contrato”, alertou.

 

A reunião técnica desta tarde ainda reservou espaço para os representantes das entidades tirarem dúvidas. O encontro foi promovido pela Seduce visando instruir as candidatas ao chamamento da Macrorregião Águas Lindas/Planaltina. A sessão pública para a apresentação das propostas será realizada no dia 21 de agosto. Até o momento há 21 entidades qualificadas a participar. O evento terá transmissão ao vivo pela internet.

 

Goiânia, 10 de agosto de 2017

Comunicação Setorial da Seduce Goiás