Secretária anuncia criação de Fundo Estadual de Educação Infantil e mestrado profissionalizante para educadores

educacao
11 de outubro de 2017

Notícia foi dada por Raquel Teixeira durante inauguração de quadra esportiva e liberação de recursos para reforma de escolas nos municípios de Uruaçu e Campinorte

 

Nesta terça-feira, 10/10, a secretária de Educação, Cultura e Esporte de Goiás, Raquel Teixeira, dedicou o dia a três municípios da região Norte do Estado. Pela manhã, ela esteve em Uruaçu e Campinorte e, à tarde, em Alto Paraíso.

Em Uruaçu, ao lado do deputado estadual Júlio da Retífica e diversas autoridades locais, a secretária participou da solenidade de reinauguração do auditório do NTE (Núcleo de Tecnologia Educacional), que funciona na sede da Coordenação Regional do município.

O espaço recebeu o nome da professora Lydia Poleck como uma forma de homenagear uma das educadoras da rede pública estadual que tanto contribuíram para garantir avanços e melhorias ao ensino aprendizagem. Para a secretária, a homenagem foi mais do que justa, pois se trata de uma pessoa que dedicou a maior parte de sua vida em prol da educação pública de Goiás. “Lydia foi uma grande amiga e parceira. Ela procurava sempre se antecipar ao futuro e uma das muitas contribuições que deu foi na área de educação à distância, que permitiu a formação contínua de milhares de professores”.

Durante a solenidade, a secretária assinou diversas portarias autorizando reformas nas escolas estaduais Dr. Francisco Antônio de Azevedo, no valor de R$ 74.343,40, Dom Prada (R$ 130.819,43), Bernardo Sayão (R$ 27.489,76), Aeroporto (R$ 150 mil), além da Escola Estadual José Feliciano Ferreira (R$ 150 mil), em Mara Rosa. O valor total destinado às obras foi de R$ 669.902,07.

Raquel também anunciou a criação de um curso de mestrado profissionalizante que será ofertado, a partir de 2018, aos profissionais da rede estadual. Segundo ela, serão três áreas de formação: gestores escolares, gestores educacionais e professores. O curso será realizado em parceria com a Universidade Estadual de Goiás (UEG) e a Fundação Getúlio Vargas (FGV) do Rio de Janeiro.

A reinauguração do auditório do NTE de Uruaçu contou com as presenças de diversos vereadores, prefeito Valmir Pedro Tereza; secretária municipal de Educação, Claudinéia Teodoro; diretora do NTE, Lucimar Borges; e ainda da coordenadora regional de Educação, Nilde Alves, entre outros.

 

Quadra esportiva

Em Campinorte, além de destinar recursos para a reforma do Colégio Estadual Marcionílio Francisco Mendonça, no valor de R$ 49.824,65, Raquel Teixeira também inaugurou a quadra de esportes do C. E. Arapoema Meireles e entregou diversos kits esportivos, incluindo bolas, camisetas, redes, entre outros. A instituição funciona nos três turnos e atende 497 alunos do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental e da EJA (Educação de Jovens e Adultos) Ensino Médio.

A secretária também lembrou os esforços que o governador Marconi Perillo tem feito para manter o Estado em ritmo acelerado de crescimento quando a realidade nacional não se mostra nada favorável economicamente. Ressaltou ainda que a liberação de verbas para a reforma das escolas integra o programa Goiás na Frente, que destinará R$ 510 milhões para as áreas de educação, cultura e esporte. Conforme ela, a meta do Governo de Goiás, até o final de 2018, é concluir 63 escolas padrão século 21 e 75 quadras poliesportivas, além de construir outras 71 quadras. Até 2019 serão destinados cerca de R$ 300 milhões para a reforma das escolas da rede.

 

Cidade do Bem Viver

Já em Alto Paraíso, a secretária visitou a futura sede do Ipê Artes, que será construída numa área doada pela prefeitura da cidade, e depois se reuniu com educadores do município e outros profissionais envolvidos no projeto ‘Alto Paraíso: Território do Bem Viver, coordenado pelo Ipê Artes (Instituto de Pesquisa, Ensino e Extensão em Arte Educação e Tecnologia Sustentáveis), vinculado à Seduce.

A proposta do encontro foi avaliar o primeiro ano de existência do projeto, ouvir sugestões, trocar ideias e discutir propostas e caminhos com foco na agenda da ONU (Organização das Nações Unidas), que traçou os 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), metas que devem ser alcançadas em todo o mundo até 2030.

Embora a Educação Infantil não seja de responsabilidade do Estado, Raquel Teixeira fez questão de destacar que o Governo de Goiás se mostra totalmente comprometido com os avanços e melhorias no ensino público e por isso, além do substancial apoio financeiro dado aos municípios goianos, encaminhou projeto de lei para a Assembleia Legislativa propondo a criação do Fundo Estadual da Educação Infantil. “Nossa proposta é instituir uma rede integrada de educação pública semelhante ao Sistema Único de Saúde”, explicou a secretária.

Além dos educadores, o encontro contou com as presenças da coordenadora regional de Educação, Rosilda Agustinho Pereira da Silva; superintendente de Ensino Médio,0 João Batista Peres Júnior; chefe do Núcleo de Apoio às Regionais da Seduce, Zenilde Maria Teixeira; Luz Marina Alcântara, diretora do Ciranda da Arte e coordenadora geral do projeto Ipê Artes; e da secretária municipal de Educação, Lícia Mary Oliveira dos Santos.

 

Goiânia, 11 de outubro de 2017.

Comunicação Setorial da Seduce