Seduce libera mais de R$ 18 milhões para escolas de todo o Estado

educacao
9 de outubro de 2017

Recursos, oriundos do Tesouro Estadual, serão utilizados para reforma, manutenção e ampliação das unidades

 

A Secretaria de Educação, Cultura e Esporte de Goiás (Seduce) está liberando, esta semana, R$ 18,8 milhões para reforma, ampliação de escolas e de quadras poliesportivas, despesas com manutenção das unidades, além do pagamento do programa Pró-Escola. Os recursos, oriundos do Tesouro Estadual, vão beneficiar toda a rede estadual de ensino.

Do total, R$ 8,7 milhões serão destinados a reformas de 102 unidades escolares de 48 municípios. O repasse começou nesta quinta-feira, 5/10, e está sendo depositado diretamente na conta dos Conselhos Escolares de cada unidade, que darão a ordem de serviço para a empresa vencedora da licitação.

Os municípios atendidos são: Goiânia, Anápolis, Uruana, Cabeceiras, Goianápolis, Pirenópolis, Aparecida de Goiânia, Anhanguera, Goianésia, Jesúpolis, Mossâmedes, Sanclerlândia, Araçu, Caiapônia, Iporá, Americano do Brasil, Itapuranga, Buriti Alegre, Britânia, Fazenda Nova, Itapirapuã, Jussara, Santa Fé de Goiás, Mineiros, Planaltina, Simolândia, Cachoeira Alta, Quirinópolis, Mundo Novo, São Miguel do Araguaia, Vianópolis, Guapó, Trindade, Amaralina, Uruaçu, Goianira, Iporá, Crixás, Morrinhos, Novo Gama, São João D’Aliança, Bonópolis, Rio Verde, Santa Helena de Goiás, São Luís de Montes Belos, Goiatuba, Campinorte e Niquelândia.

A Seduce também conclui a última etapa do repasse para manutenção das unidades e compra de materiais para simulados, listas e outras avaliações, no valor de R$ 4,6 milhões. Assim que esta etapa for concluída, todas as escolas estaduais terão sido atendidas.

Pró-Escola
Também foram repassados às unidades escolares, nesta quinta-feira, R$ 5,2 milhões referentes aos valores remanescentes do programa Pró-Escola. Os recursos estavam bloqueados porque constava no sistema a inadimplência dos conselhos escolares. Com a regularização da situação os valores foram liberados.

Este recurso, destinado ao custeio de despesas e investimentos da rede pública estadual, irá atender 312 unidades escolares de 120 municípios goianos, distribuídos da seguinte forma:

– R$ 3,3 milhões, referentes aos remanescentes da 1ª parcela de 2017, foram enviados para 197 escolas de 82 municípios.
– R$ 1,9 milhão, referente aos remanescentes da 2ª parcela de 2017, contempla 115 escolas de 38 municípios.

A verba, do exercício de 2017, varia de uma coordenação regional para outra, pois está relacionada à quantidade de escolas, número de alunos e ao porte da própria regional. O programa já pagou, este ano, somando as duas parcelas, o valor total de R$ 22,6 milhões, que foram destinados para 857 escolas.

ADA
Ainda dentro do pacote, R$ 222 mil mil serão enviados a 77 escolas para o custeio de materiais utilizados na impressão de provas e apostilas da Avaliação Dirigida Amostral (ADA) – 1º ciclo.

A Avaliação Dirigida Amostral (ADA), desenvolvida pela Seduce em 2015, traça um diagnóstico do desempenho dos alunos do Ensino Fundamental e Médio nas disciplinas Língua Portuguesa e Matemática. A partir das informações apontadas pelo Saego, práticas pedagógicas são subsidiadas para serem implantadas na sala de aula. A ADA é uma das ações que contribuíram para o avanço no ensino das duas disciplinas em Goiás.

Goiânia, 05 de outubro de 2017.
Comunicação Setorial da Seduce