Governo de Goiás assina parceria com a Undime para implementação da BNCC

educacao
9 de Fevereiro de 2018

 

A secretária de Educação, Cultura e Esporte de Goiás, Raquel Teixeira, o secretário municipal de Educação de Goiânia, Marcelo Ferreira​,​ e equipes da Seduce, União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime-GO) e Conselho Nacional de Secretários Estaduais de Educação (Consed) se reuniram nesta sexta-feira, 9/2, para assinar o convênio de colaboração entre as entidades, com vista à implementação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) em Goiás. A reunião contou com a participação via teleconferência do diretor de currículos do Ministério da Educação, Raph Gomes. ​Na ocasião, foi formalizado um comitê de implementação da base.

Fruto de um grandioso debate que envolveu todas as redes de Educação do País, a implantação da BNCC tem na elaboração ou atualização dos currículos um dos primeiros e mais importantes desafios. “Nosso Estado foi um dos que mais contribuíram, tendo sido responsável por uma grandiosa mobilização para a elaboração da BNCC. Tenho certeza de que conseguiremos manter esse espírito colaborativo nessa fase tão importante de implementação”, observou a secretária Raquel Teixeira. A titular da pasta frisou que se trata de um momento novo e histórico, que exige dedicação. “Não podemos pecar depois de tanto esforço. Então vamos arregaçar as mangas e trabalhar”.

O secretário municipal Marcelo Ferreira, que também é presidente da Undime, ressaltou que a ideia de cooperação entre entidades é dar identidade para o currículo. “Dessa forma, vamos conseguir ver no Brasil um regime de colaboração. A Undime acompanhou todo o processo de perto e tornou a BNCC algo mais amigável para todos. Nosso foco, agora, é fazer todos os municípios participarem do processo”, disse Marcelo, que agradeceu o o apoio do governo do Estado.

Participaram da reunião pela Seduce os superintendentes Júnior Peres (Ensino Médio), Márcia Antunes (Inclusão), Luciano Lima (Ensino Fundamental), Marcelo Jerônimo (Gestão Pedagógica), e as gestoras Regina Rodrigues e Gislainy Mesquita. Pela Undime, participaram também as gestoras Patricia Oliveira e Luciana Carniello.

BNCC

A Base Nacional Comum Curricular é um documento de caráter normativo que define o conjunto orgânico e progressivo de aprendizagens essenciais, que todos os alunos devem desenvolver ao longo das etapas e modalidades da Educação Básica. Conforme definido na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB, Lei nº 9.394/1996), a Base deve nortear os currículos dos sistemas e redes de ensino das Unidades Federativas, como também as propostas pedagógicas de todas as escolas públicas e privadas de Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio, em todo o Brasil.

A Base estabelece conhecimentos, competências e habilidades que se espera que todos os estudantes desenvolvam ao longo da escolaridade básica. Orientada pelos princípios éticos, políticos e estéticos traçados pelas Diretrizes Curriculares Nacionais da Educação Básica, a Base soma-se aos propósitos que direcionam a educação brasileira para a formação humana integral e para a construção de uma sociedade justa, democrática e inclusiva.

A Base é uma referência obrigatória, mas não é o currículo. Seu papel será justamente o de orientar a revisão e a elaboração dos currículos nos estados e nos municípios. A BNCC estabelece os objetivos que se espera que os estudantes venham a atingir, enquanto o currículo define como alcançar esses objetivos. De maneira simples, é possível afirmar que a Base indica o destino onde se quer chegar. O currículo traça o caminho.

A Base Nacional Comum Curricular (BNCC) foi homologada pelo ministro da Educação, Mendonça Filho, no dia 20 de dezembro de 2017. Confira o documento na íntegra aqui.

 

Goiânia, 9 de fevereiro de 2018

Comunicação Setorial da Seduce Goiás