Prêmio Professores do Brasil já está com inscrições abertas para experiências pedagógicas exitosas na rede pública

educacao
16 de abril de 2019

O Ministério da Educação (MEC) recebe, a partir desta terça-feira (16/4), inscrições para a 12ª edição do Prêmio Professores do Brasil (PPB). O prêmio tem a proposta de reconhecer o empenho dos educadores da rede pública de ensino que lecionam para alunos na Educação Básica (Ensino Fundamental e Ensino Médio).

As inscrições prosseguem até o dia 31 de maio e devem ser acompanhadas de um relato sobre a prática pedagógica desenvolvida em sala de aula tanto em 2018 quanto em 2019, desde que os resultados sejam comprovados. Conforme o regulamento, não poderão concorrer experiências vencedoras em edições anteriores ou em outros prêmios de âmbito nacional.

A premiação total será de R$ 278 mil, distribuídos entre as fases estadual, regional e nacional. Na etapa estadual serão premiados 486 educadores, na regional será indicado um vencedor de cada região brasileira por categoria (30 indicações) e na nacional seis educadores, sendo um por categoria, receberão prêmios.

Conforme os organizadores do prêmio, os seis vencedores nacionais e seus coordenadores pedagógicos também ganharão uma viagem. Também serão premiados trabalhos em cinco temáticas especiais: Esporte como Estratégia de Aprendizagem; Uso de Tecnologias de Informação e Comunicação no Processo de Inovação Educacional; Educação Empreendedora; Criação e Produção de Linguagens de Mídia por Professores e Estudantes no Ensino Fundamental e Médio; e Aprendizagem Criativa.

Categorias

No 12º Prêmio Professores do Brasil, as experiências pedagógicas poderão concorrer em seis categorias: Creche (Educação Infantil), Pré-Escola (Educação Infantil), Ciclo de Alfabetização (1º, 2º e 3º anos), Ensino Fundamental I (4º e 5º anos), Ensino Fundamental II (6º e 9º anos) e Ensino Médio.

O resultado final do prêmio será divulgado no dia 28 de novembro, em Cuiabá (MT). Inscrições e regulamento estão no site http://premioprofessoresdobrasil.mec.gov.br/. O prêmio, lançado nesta segunda-feira (15/4) em Brasília, tem o apoio da
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

Nesta edição, a secretária Fátima Gavioli pede aos professores da rede pública estadual que participem do prêmio, que representa um reconhecimento louvável sobre os projetos pedagógicos que contribuem para melhorar o ensino e a aprendizagem. “Essa iniciativa do MEC é uma das mais importantes da área no país no sentido de valorizar e reconhecer o papel dos educadores”, destaca ela.