Reunido em Goiás, Consed avalia resultados de grupos de trabalho e discute recomendações para os próximos gestores

educacao
3 de dezembro de 2018

O Conselho Nacional de Secretários de Educação – Consed, está reunido em Goiás na última reunião ordinária com a atual formação. Presidido pela secretária de Educação do Mato Grosso do Sul, Cecilia Motta, o fórum avaliou o resultado de seus grupos de trabalho em 2017/2018, e elaborou uma carta de sugestões para os próximos gestores estaduais.
Na ocasião, os secretários-coordenadores dos grupos de trabalho apresentaram uma devolutiva dos seis GTs em atividade: Ensino Médio, Avaliação da Educação, Inovação e Tecnologia, Financiamento da Educação, Gestão Escolar e Formação Continuada de Professores. Esses GTs reúnem técnicos/coordenadores das secretarias de todos os estados e do Distrito Federal.
Responsável pelo GT do Ensino Médio, o secretário Aléssio Trindade (PB), destacou a valorização dos servidores das secretarias por meio da oferta de formação. Também falou sobre a liderança que o GT exerceu sobre as discussões do Ensino Médio, da Base Comum e das Diretrizes Nacionais.
Já a secretária Cláudia Santa Rosa (RN), coordenadora do GT de Formação Continuada de Professores, destacou a elaboração de um documento com orientações para a efetivação do 1/3 da hora atividade. Ela disse ainda que o Consed deve se envolver na elaboração de diretrizes nacionais para formação de professores.
O secretário Haroldo Rocha (ES), coordenador do GT de Financiamento, destacou que o grupo elaborou um diagnóstico dos setores de finanças das secretarias e orientações para padronização de informações e processos. Isso garantiria comparação adequada para melhoria do gasto. Ele ressaltou ainda a necessidade de avançar no cálculo do custo aluno por equipamento escolar.
Responsável pelo GT de Gestão Escolar, a secretária Marioneide Angélica (MT), defendeu o fortalecimento do Prêmio de Gestão Escolar do Consed. Também falou que é preciso se aprofundar nos produtos desenvolvidos até aqui, proporcionando subsídios para organização dos organogramas, fluxos e processos de trabalho das secretarias e das escolas.
Coordenador do GT de Avaliação da Educação, o secretário Fred Amancio (PE), lembrou a realização do Seminário Internacional de Avaliação da Educação Básica e falou sobre as conclusões dos trabalhos desenvolvidos pelo grupo. Ele reforçou a necessidade de ampliar o uso das avaliações, além da articulação das avaliações com a BNCC. Amancio defendeu ainda a continuidade das sobre consórcio entre estados para aplicação de avaliações externas.
Como última atividade do dia, o fórum construiu uma carta de recomendações para os próximos secretários estaduais. O documento será entregue aos novos membros na primeira reunião extraordinária de 2019, que deve ocorrer no mês de fevereiro, em Brasília/DF.