Governo de Goiás anuncia pagamento de Transporte e Merenda Escolar

educacao
16 de janeiro de 2019

Anúncio foi feito em Coletiva de Imprensa na manhã desta quarta-feira (16)

A secretária de Estado da Educação, Fátima Gavioli, anunciou o pagamento de duas das quatro parcelas em atraso da Merenda Escolar da rede pública estadual de ensino. O montante, no valor de R$ 5 milhões, foi liberado pela Secretaria de Fazenda e anunciado nesta quarta-feira, em entrevista coletiva, na sede da Secretaria de Educação, Cultura e Esporte de Goiás (Seduce). A secretária anunciou, também, que a primeira parcela do Transporte Escolar estará em conta até a próxima sexta-feira.

A decisão de priorizar repasses do Transporte e Merenda Escolar ainda referentes ao ano de 2018 visa evitar transtornos no início do ano letivo 2019, que ocorrerá na segunda-feira, dia 21. A secretária também falou sobre a mudança da sede da Seduce, prevista para os próximos 60 dias, como medida de economia dos recursos públicos da Educação estadual. De acordo com Fátima Gavioli, cerca de R$ 7 milhões devem ser economizados anualmente com a mudança para o Instituto de Educação de Goiás (IEG).   

Parcelas

A secretária informou que recebeu a Secretaria com quatro parcelas do programa da Merenda Escolar atrasadas que somam R$ 10 milhões. Neste primeiro repasse já estão sendo quitados R$ 5 milhões, correspondentes à metade do valor da dívida. A Merenda Escolar é distribuída a mais de 500 mil alunos em todas as escolas estaduais.  

Sobre o Transporte Escolar, Fátima Gavioli esclareceu que as parcelas em atraso do programa de 2018 somam R$ 86 milhões e uma primeira parcela estará em conta na sexta-feira, dia 18. O restante deverá ser liberado em parcelas sucessivas em datas a serem anunciadas a partir da próxima semana.  O Transporte Escolar abrange 61 mil alunos das escolas estaduais em 146 municípios goianos.   

Durante a entrevista, a secretária informou que, por determinação do governador Ronaldo Caiado, em 2019, haverá a definição de um calendário de pagamentos do Transporte Escolar que poderá oscilar em não mais do que 10 dias. Os repasses de 2019 começam a vencer no mês de abril.  

Goiânia, 16 de janeiro de 2019.

Comunicação Setorial da Seduce