Goiânia sedia Campeonato Internacional de Fisiculturismo

esporte
11 de Março de 2018

Iniciativa teve apoio do Governo de Goiás, por meio da Seduce

Esta é a primeira vez que o evento foi realizado no país

A capital goiana foi escolhida para o lançamento do Campeonato Internacional IFBB Elite Pro Brasil- Categoria Profissional, um dos eventos mais aguardados do fisiculturismo mundial, realizado neste sábado, 10/3, no Teatro Rio Vermelho, do Centro de Convenções. Esta é a primeira vez que o é realizado no Brasil, com a participação de atletas de cerca de 100 países. A iniciativa foi coordenada pela maior confederação do Brasil, a IFBB Brasil, com apoio do e Governo de Goiás, por meio do Pró-Esporte, programa da Secretaria de Educação, Cultura e Esporte (Seduce).

A disputa foi trazida a Goiânia por meio de trabalho conjunto entre a Confederação Sul-Americana, a Confederação Brasileira de Musculação, Fisiculturismo e Fitness (CBMFF) e a Federação Goiana de Musculação Fitness e Fisiculturismo (Fegomff/IFBB-GO), coordenada por Márcio Rezende. O evento reuniu em solo goiano os melhores atletas do país em sua categoria, além de participações internacionais, para uma disputa acirrada de onde saíram os Campeões Qualifier de cada categoria e também premiações para atletas amadores.

Na abertura do campeonato, o presidente da IFBB, Rafael Santôrra, pediu um minuto de silêncio em respeito ao  falecimento do pai de Maurício Arruda, presidente da Confederação Brasileira de Musculação Fisiculturismo e Fitness (CBMFF), instantes antes. Na sequência, ele agradeceu a parceria entre as confederações e disse se sentir honrado de estar em Goiânia desfrutando de um grande evento esportivo. “É uma alegria muito grande, Goiás ama o esporte e o esporte ama Goiás”, disse Rafael.

Representando o Governador Marconi Perillo, a secretária de Educação, Cultura e Esporte, Raquel Teixeira foi uma das homenageadas da noite, com uma medalha de ouro. Raquel disse que a capital goiana tem bons equipamento esportivos e que está preparada para sediar cada vez mais grandes campeonatos internacionais.  “Já tivemos futsal, basquete,teremos vôlei,  handebol e cada vez mais queremos captar eventos esportivos de qualidade, pela importância do esporte”. Segundo ela, o esporte forma crianças e jovens no caminho da disciplina, da cooperação, da persistência, afasta das drogas e de outros desejos, e toda e qualquer construção se faz coletivamente.

A secretária também agradeceu o apoio da Federação Goiana de Fisiculturismo e Fitness, na pessoa de Márcio Rezende, que não mediu  esforços para trazer esse campeonato para Goiânia, uma cidade acolhedora, que gosta de esporte e de receber visitantes. “É com muito orgulho que, em nome do governador Marconi Perillo, eu declaro a alegria e a satisfação do governo de ser parceiro deste e de todos outros eventos que vierem a Goiânia”, finalizou.

Também foram homenageados com a medalha de honra ao mérito, o superintendente da Seduce, Rivael Aguiar (Gestão, Planejamento e Finanças), e o coordenador do Pro-Esporte, Lusimar Santos. O deputado federal João Campos, e os presidentes da Confederação Sul-Americana de Fisiculturismo e Fitness (CSFF), Juan Paredes, e da Federação Goiana de Fisiculturismo e Fitness, Márcio Rezende, também participaram do evento.

Campeonato

Com pré-requisitos altos para os participantes, a competição em Goiânia reuniu fisiculturistas do Brasil e diversos outros países com nível elevado. As disputas foram divididas em 15 modalidades: Bikini Fitness, Fisiculturismo, Men’s Physique e Wellness Fitness. Os atletas profissionais disputaram, além do título, a quantia de 30 mil dólares (cerca de R$ 97 mil) em prêmios.

Os atletas da categoria Overall, na disputa amadora, também competiram entre os profissionais, com direito a premiações em cada modalidade. Overall consiste na coroação do melhor competidor da modalidade independente de categoria de peso ou medidas. No final das premiações, os campeões de cada categoria disputaram o título definitivo e, na ocasião, o direito de figurar entre a elite do fisiculturismo mundial.

O atleta goiano Bruno Castelo, que estava competindo na categoria “amador”, se profissionalizou e já pode competir neste campeonato na categoria  profissional, representando o Estado de Goiás.