Seduce espera receber 5 mil pessoas no primeiro jogo da seleção brasileira de basquete em Goiânia

esporte
22 de Fevereiro de 2018

Após três décadas sem jogar em solo goiano, a seleção brasileira masculina de basquete entra em quadra nesta quinta-feira, 22/2, propiciando ao público estimado em 5 mil pessoas uma oportunidade de assistir um jogo de alto nível. A presença dos grandes talentos do basquete nacional, comandados pelo técnico Aleksandar Petrovic, foi possível graças ao empenho e apoio do Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Educação, Cultura e Esporte de Goiás (Seduce).

O duelo válido pela segunda rodada dos Jogos Classificatórios para a Copa do Mundo de Basquete, que será realizada na China em 2019, será às 19h, contra a Colômbia, em um dos mais tradicionais pontos esportivos de Goiás, o Goiânia Arena. Durante 10 dias, o espaço, que também foi utilizado para os treinos da equipe, recebeu nova pintura, troca do piso da quadra e revisão na parte elétrica e hidráulica, conforme normas da Federação Internacional de Basquetebol (Fiba).

Quem perder o jogo desta quinta, terá mais uma chance no domingo, 25/2, quando a seleção entra em quadra mais uma vez para enfrentar o Chile, também no Goiânia Arena. Os ingressos das duas partidas continuam sendo vendidos em diversos pontos da Capital e pela internet (https://www.bilheteriadigital.com). Ao todo, o Goiânia Arena tem capacidade para 12 mil pessoas e mil vagas de estacionamento.

“Nós queremos que os torcedores se sintam confortáveis para vibrar pela nossa seleção e que nossos jogadores se sintam em casa. Por isso, fizemos todos os reparos necessários e sem custo adicional, já que a empresa que presta o serviço já tem contrato com a secretaria. Esperamos ver um jogo bonito e a Seduce trabalhou muito para que Goiânia seja lembrada como um dos melhores locais para sediar esses eventos”, ressaltou a secretária de Educação, Cultura e Esporte, Raquel Teixeira.

Seleção

A equipe verde-amarela entra em quadra com os NBA’s Anderson França Varejão e Leandro Mateus Barbosa, o Leandrinho. Os dois não jogavam juntos pela seleção desde a Copa do Mundo da Espanha, em 2014, quando o Brasil foi eliminado pela Sérvia nas quartas de final da competição.

Além deles, Arthur Pecos Fernandes da Silva, Rafael Freire Luz, Yago Mateus dos Santos, Lucas Cipolini Alves, Leonardo Simões Meindl, Rafael Ferreira de Sousa, Lucas Dias Silva, Rafael Hettsheimeir, Guilherme Bento do Carmo e Jhonatan Luz, que foi convocado no lugar de Alex Ribeiro, foram escalados.

Vítor Alves Benite, que foi o único atleta de fora do Brasil a ser chamado, não jogará a partida desta quinta. De acordo com a Confederação Brasileira de Basquete (CBB), o ala-armador do Murcia, da Espanha, sentiu um desconforto na região lombar e será poupado. Benite continuará em tratamento e tem chances de enfrentar o Chile, no domingo.

Eliminatórias

Com a mudança no formato da FIBA, as Eliminatórias ganharam peso ainda maior. Além de classificar para a Copa do Mundo da China, em 2019, a competição é o único caminho para a Olimpíada de Tóquio 2020. É que os primeiros classificados para os Jogos Olímpicos sairão diretamente deste torneio e os participantes dos quatro torneios pré-olímpicos para o restante das vagas também.

 

Goiânia, 22 de fevereiro de 2018.

Comunicação Setorial da Seduce